#

.html
Versículo do Dia


quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Os perigos de uma fé superficial

Texto Básico: Mt 14.28-31

Introdução:
A fé superficial tem contribuído para o fracasso de muita gente, cristãs ou não! Tem sido um perigo eminente nos dias de hoje. Por este motivo, encontramos pessoas mal resolvidas no que tange a área espiritual da vida. Pessoas que por qualquer motivo perde o foco, a razão, e até mesmo a vitória. Tudo isso por ter uma fé ser superficial. Vamos observar no texto base para esta reflexão três atributos que contribuem para uma fé superficial: 

1 – A fé superficial nos deixa duvidoso; v28 
A palavra “discípulos” se refere a um “aprendiz” ou “seguidor” e Pedro não só era seguidor de Jesus, como fora o primeiro a ser chamado por Ele. Se observarmos o evangelho segundo escreveu Mateus, veremos quantas foram às experiências que Pedro teve com Jesus. Contudo não foi o suficiente para que sua fé no Messias fosse plena. Saiba que: ”Quem está confiando em Jesus, nada teme (Sl 23.4).”

2 – A fé superficial nos deixa covarde; vs 29
O texto nos apresenta um aprendiz que não aprendeu, Pedro teve medo! Bastou um pequeno sussurrar do vento para esquecer a quem seguia. Aquele que o chamou antes mesmo da formação dos doze, Cristo. Pedro seguia Jesus, porém parecia não ter confiança n’Ele. E quantos são os que se dizem salvos em Cristo Jesus, aqueles o que receberam como salvador, mas quando o vento sopra esquecem que Cristo tem poder sobre vento? Isso porque “O” receberam de forma errada, receberam apenas como Salvador. Ele é o Senhor do universo. “A dúvida focaliza a nossa atenção em outras coisas, quando só devíamos olhar para Jesus (Hb 2.2).”

3 – A fé superficial nos deixa em perigo; v30
Quando não temos nossa fé firmada em Cristo, ficamos vulneráveis as circunstâncias. A fé superficial nos coloca frente a frente com as adversidades do dia a dia. Ao observar a fé de Pedro identificamos o poder da fé superficial. Assim como Pedro, ela nos faz afundar. Somente a fé verdadeira nos trás segurança. Pela fé verdadeira, jamais seremos abalados diante das adversidades. E quando elas vierem fará com que confiemos cada dia mais que há um Cristo no céu advogando a nossa causa. “O justo enfrenta muitas adversidades, mas de todas elas o SENHOR o liberta (Sl 34.19).”

Conclusão; vs 31-33
Duvidar de Cristo sempre levará o homem a declinar. Se alimentarmos dúvida, morreremos afogados no mar da incerteza assim como Pedro e os que no barco estavam. Quem planta fé, colhe milagres. Já dizia um pensador. E a bíblia afirma que colhemos o que plantamos. Sendo assim firmemos cada dia mais nossa fé em Cristo Jesus, o Autor e consumador da nossa fé. 

Por: Pastor Kadu

Avalie o artigo:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.