#

.html
Versículo do Dia


domingo, 6 de fevereiro de 2011

Jesus, o sacerdote perfeito Hb 4.14-16

Introdução:
  Ao deparamos com o pecado vemos a deficiência da nossa imperfeição. A lei serve justamente para nos mostrar isso, nossa incapacidade de sermos salvos por nós mesmos. "De modo que a lei se tornou nosso aio, para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé fôssemos justificados (Gl.3.24)". Precisamos de um sumo sacerdote que nos represente diante de Deus, que nos abra o caminho para o perdão. Somente assim iniciará em nós o plano de salvação. Deus enviou seu filho unigênito, para cumprir a lei e satisfizer a Sua justiça pelo pecado do homem. "Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus (graça) é a vida eterna (Rm.6.23)". O sumo sacerdote era uma figura importantíssima nos cultos a Yaweh para o povo de Israel.

  Jesus não precisa de adjetivo para provar sua autenticidade, entretanto usaremos três, para melhor entedermos por que Ele é o sacerdote perfeito:

I - Porque Ele é puro; v14
  No antigo testamento, o sacerdote de Israel precisava se purificar; atravessava o pátio e o véu, no tabernáculo, para então, entrar no Santo dos Santos. Nosso Sumo Sacerdote penetrou nos céus, na presença de Deus sem precisar do ritual de pureza, pois Sua natureza é pura. "Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime que os céus (2 Co 5.21)." Ele é o próprio Deus.

II - Porque Ele tem compaixão por nós; v15
  Compadecer (palavra de origem latina) implica sofrer com. Expressa o sentimento por outro de quem já experimentou também sofrimento. Em tudo Jesus foi tentado. Passou por todos os graus de tentação. "Àquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus (Hb 7.26)." Somente quem não se rendeu ao pecado pode conhecer total intensidade da tentação. Jesus não se rendeu a nenhuma.

III - Porque N’Ele está nosso socorro. v16
  Confiança é a mesma palavra grega traduzida: "Tendo pois, irmãos, ousadia para entrarmos no santíssimo lugar, pelo sangue de Jesus (Hb 10.19)".  Significa aqui, coragem, audácia, destemor.
 Admiravelmente, João Batista apresenta Jesus, não como Sumo Sacerdote, mas como Sumo sacerdote perfeito: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1.29)." Nós, cristãos, devemos corajosamente nos aproximar de Deus em oração porque d’Ele é o trono da graça, lugar onde à Sua destra nosso Sumo Sacerdote Perfeito (Jesus) se assenta, intercedendo por nós.

Conclusão
   Jesus é o Sacerdote a Quem devemos todo o respeito, amor e reverencia. Você amado, é um dos muitos que foram alcançados pelos atos salvíficos do Sumo Sacerdote Perfeito: Jesus.

  Que neste dia, possamos todos em uníssono adorá-lo e dar-lhe glória, reconhecendo que nossa salvação se dá tão somente pela fé em Cristo Jesus, através da graça divina.

  A Ele toda honra e glória, pois Ele é o Autor da minha, e da sua salvação.

Por: Carlos Eduardo

Avalie o artigo:

2 comentários:

  1. Glória a Deus, por esta mensagem. Deus falou muito ao meu coração.
    Minha oração é que permaneças permitindo ser instrumento do Senhor para edificação de vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém!!! Está também é a minha oração.

      Excluir

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.