#

.html
Versículo do Dia


sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Um adorador sensível ao Espírito Santo de Deus


Sabemos que a Adoração dirigida à Deus, só existe em um coração quebrantado, que desvie do pecado e que busque uma plena convivência com Ele a partir do momento em que o pecador reconhece Seu Filho como Senhor e Salvador de sua vida. Adhemar de Campos, relata em seu livro “O poder da música a serviço da adoração” (p.31) “Quando nascemos de novo somos separados do pecado a fim de vivermos para o Senhor Jesus que por nós morreu e ressuscitou.”

Todavia, existem algumas condições para que o homem seja um adorador completo, como filho redimido, precisa ser sensível a voz de Deus e direcionado pelo Espirito Santo. O Consolador enviado por Jesus Cristo quando subiu aos céus. Quando o homem recebe Jesus e O aceita em espírito e em verdade, passa a depender desse Espírito, pois devido o pecado hereditário, o pecado Adâmico, o homem trás do ventre, seu estado falho e logo precisaria de ajuda.

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conhecereis, porque ele habita convosco e estará em vós  (João 14:16, 17).”




Tente imaginar a ascensão de Cristo aos céus sem deixar sem direção, o que seria do homem? Por isso, Jesus oferece o seu Espírito. O homem necessita conhecê-lo para desenvolver um relacionamento, próximo e direto com o Pai. Afinal é o Espírito d'Ele o intermédio da oração humana com gemidos inexprimíveis. “… mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis (Romanos 8:26b)". Vale a pena ler Romanos 8 para entender mais sobre o assunto.

Quantas vezes ao orarmos, nossa oração toma outra direção, que no fim traz ótimos resultados? Pois é, foi justamente ação do Espírito Santo, que colocou em nossa mente exatamente o que deveríamos conversar com Deus, em concordância com o Pai, levando nossa oração aos céus.




Assim como o Espírito (que não é um vento ou uma luz, mas o próprio Deus e que de nenhuma forma é menos importante), nos conduz nas orações, Ele nos conduzirá nas decisões a serem tomadas, na Sua Palavra, nos louvores, no ministério, em conversas e durante toda a nossa vida se formos atentos ao Seu sussurro. Assim como abre os nossos olhos para as oportunidades e como devemos desviar do pecado.

“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade (João 4:23-24).”

O Espírito Santo de Deus, é como um amigo que entende o nosso coração, que não deseja que caiamos, pequemos, tratemos mal ao próximo ou machuquemos nosso coração todas as vezes que ignoramos Sua presença em nossa vida. Pois somente pelo Espírito nossos olhos espirituais são abertos e podemos caminhar de maneira digna e honrada, como verdadeiros adoradores. Adoradores estes que o Pai procura.

“Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.”. (Romanos 8:2).

Adaptado Por: Pastor Carlos Eduardo

Avalie o artigo:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.