#

.html
Versículo do Dia


sábado, 18 de julho de 2015

Um servo disponível

Texto Áureo: Neemias 1:1-4

Introdução:
Neemias foi grande líder e nos deixou um grande legado. Sua capacidade de avaliar o passado, viver o presente e sonhar com um futuro, ensina-nos enfrentar com sabedoria e espiritualidade as batalhas dos desafios da vida. 
Faz-nos saber que Deus não nos chama por acaso. Em Sua agenda não existe coincidências, tudo tem um propósito e “todas as coisas contribuem juntamente para o bem dos que o amam” (Romanos 8.28). Todvia, em nossos dias, Infelizmente, muitas pessoas querem ser usadas por Deus sem ser antes moldadas por Ele. Pessoas que muitas vezes estão perto da igreja, mas longe de Deus.
A seguir, veremos alguns atributos indispensáveis para um servo disponível.

1. Espiritualidade (1.4; 2.8; 2.20)
Neemias era totalmente dependente de Deus. Um homem de oração, que só tomava decisões após consultar o Senhor. Ele conhecia o caráter de Deus (1.8), confiava no poder do Senhor (4.20) e era convicto de que o seu sucesso dependia de Deus (8.10).

Para estar a serviço de Deus é indispensável à virtude da espiritualidade. Sem ela faremos muitas coisas de valor para os homens e nada de valor para Deus. Ele conhece o interior de cada um de nós e não se impressiona com as nossas boas obras, principalmente quando através delas, O tiramos do centro, pois Ele conhece nosso interior, vasculha a nossa alma.

2. Empatia (1.6)
Neemias sentiu a dor daqueles que estavam sofrendo em Jerusalém. Pessoas que ele se quer conhecia pessoalmente, mas que precisavam de alguém que trabalhasse em favor delas.  A empatia é uma virtude que leva a pessoa a sentir o que o outro está sentindo. Neemias demonstrou empatia ao lamentar e chorar pela situação das pessoas que estavam sendo humilhadas em Jerusalém.
A obra de Deus precisa de pessoas empáticas. Gente capaz de sentir a dor do outro. Somente os cristãos empáticos dirão: “Eis-me aqui, envia-me” (Isaias 6.8).

3. Visão (2.5; 2.20; 6.3)
Neemias fazia parte do grupo de pessoas que fazem acontecer. Em meio a dificuldade, ele conseguiu visualizar a cidade restaurada. sabia que a mão do Senhor estava com ele e por isso a vitória seria apenas uma questão de trabalho, tempo e submissão à vontade de Deus (6.3).
John Richardson definiu as pessoas em três espécies: “Aquelas que deixam acontecer, aquelas que fazem acontecer e aquelas que se espantam com o que aconteceu”.
Nossas respectivas igrejas precisam de homens e mulheres de visão. Pessoas que veem o que poucos conseguem ver. Pessoas ousadas que sabem por experiência própria que “a alegria do Senhor é a nossa força” (8.10). Precisamos orar todos os dias conforme cantamos: “Abre meus olhos, dá-me visão, Senhor”.

Conclusão:
Servos de Deus como Neemias nos dias de hoje, estão em extinção. Pessoas disponíveis que evidenciem virtudes como espiritualidade, empatia e visão. 
Precisamos abrir os nossos olhos porque visão ministerial não vem de nós e sem espiritualidade não vem de Deus.

Por: Pastor Carlos Eduardo

Avalie o artigo:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.