#

.html
Versículo do Dia


terça-feira, 19 de novembro de 2013

O DNA de um cristão

Introdução
Somente o autentico cristão recebe a excelência de do DNA de Cristo. Encontramos  na contemporaneidade inúmeras pessoas usando este nome "cristão" pensando confundir pessoas, quando na verdade acabam por ser as próprias confundidas. Não é difícil identificar um cristão autentico. Basta que  observemos estes atributos que somente o cristão autentico possui. Vejamos:

 1.     O cristão verdadeiro se preocupa com o próximo. V33
· Ele ouviu a súplica dos suplicantes.
· Ele conversou com eles em particular.
· Ele, literalmente, pegou o cego em suas mãos, botou “a mão na massa” ("comprou" o problema dele).
Se envolver com a igreja e com a religião é fácil e, muitas vezes, até gostoso.
Envolver-se com os problemas dos outros, é algo bem diferente, difícil, mas é o que Deus espera de nós (Veja Mateus 25:31-46)

2.      O cristão verdadeiro é dependente de Deus. V34
· Olhou para o céu.
Forças, depois de um dia de trabalho, de uma semana cansativa.
Forças para carregar a sua própria cruz.
Forças para ajudar a carregar a cruz do outro.
Força (poder) para fazer a obra, cumprir sua missão.
“Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece” – (Veja Filipenses 4.13). Muita gente usa este versículo para dizer que pode tudo (ter carro e casa nova, por exemplo), mas nunca pensam em ajudar os aflitos. Alegam que podem tudo, menos ser útil, ser bênção para os outros, ser como Cristo.

 3.      Somente o verdadeiro cristão é capaz de cumprir os mandamentos de Deus.
· Suspirou de amor e compaixão (por isso o Pai sempre ouvia as suas orações).
· Curou o surdo (que imediatamente também começou a falar).
Poder e autoridade sobre os demônios e as enfermidades – (Veja Mateus 10:1)
E para atender ao pobre e necessitado (ex.: multiplicação dos pães), visitar os enfermos e os presos etc.

Conclusão
Lembremo-nos do nosso DNA. Nossas atitudes como cristão deve ser as mesmas de Jesus, preocupar-se com o próximo, depender do Pai e suspirar de amor e compaixão ao necessitados.

Por: Carlos Eduardo

Avalie o artigo:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.