#

.html
Versículo do Dia


segunda-feira, 11 de julho de 2011

Jesus, a maior necessidade do homem. Lucas 19.1-10

Reflexão
Um velho avô disse ao neto, que veio a ele com raiva de um amigo que lhe havia feito uma injustiça:

- Deixe-me contar uma história. Eu mesmo, algumas vezes, senti grande ódio por aqueles que aprontaram tanto comigo, sem qualquer arrependimento. Todavia, o ódio corrói você, mas não fere seu inimigo. É o mesmo que tomar veneno, desejando que seu inimigo morra. Lutei muitas vezes contra estes sentimentos.
O avô continuou:
- É como se existissem dois lobos dentro de mim. Um deles é bom e não magoa. Ele vive em harmonia com todos ao seu redor e não se ofende quando não se teve intenção de ofender. Ele só lutará quando for certo fazer isto, e da maneira correta. Mas o outro lobo, ah! Este é cheio de raiva. Mesmo as pequeninas coisas o lançam num ataque de ira! Ele briga com tudo o tempo todo, sem qualquer motivo. Ele não pode pensar, porque sua raiva e seu ódio são muito grandes. É uma raiva inútil, pois ela não irá mudar coisa alguma.
E concluiu:
- Algumas vezes é difícil conviver com estes dois lobos dentro de mim, pois ambos tentam dominar meu espírito.
O garoto olhou intensamente nos olhos do avô e perguntou:
- Qual deles vence vovô?
O avô sorriu e respondeu baixinho:
- Aquele que eu alimento mais!

Introdução
De um lado, encontramos pessoas que por fazerem o bem, pensam que não precisam de salvação; de outro lado, encontramos outras assumidamente más, a ponto de ninguém, nem elas mesmas acreditam que podem ser salvas.
Usarei três conceitos para um melhor entendimento.

1. Jesus conhece a necessidade do homem vs1-4
Zaqueu, um homem rico, chefe dos publicados, ansiava ver Jesus. Tendo conhecimento que Jesus passaria por ali (Jericó), por ser de pequena estatura, subiu numa árvore (figueira) para ver o mestre. Ninguém anda pela rua procurando pessoas em árvores. Penso que Zaqueu jamais imaginou que seria observado por Jesus, pelo menos o texto não fala que Zaqueu chamou atenção de Jesus para isso. Não foi o gesto de Zaqueu que chamou a atenção de Jesus, mas sim o desejo do seu coração.
Jesus conhece a necessidade do homem e a atende, segundo a sua vontade.

2. Jesus atende a necessidade do homem vs5-7
Ao passar por ali, Jesus sentiu que Zaqueu ansiava conhecê-lo, olhou para cima expressando conhecer sua necessidade. Era Zaqueu cobrador de impostos e cobrava sempre acima o valor do imposto, ou seja, alimentava o lobo que era mal, o que fazia dele detestado pelo povo de Israel.
O povo, assim como nós, murmurava fazendo um pré-julgamento de Zaqueu, mas Jesus, que conhece o coração do homem, conhecia a necessidade de Zaqueu, sabia o que enfrentava por ser ele um cobrador de imposto e por ter consigo sua atitude errada sendo reconhecido como pecador e odiado por todos por sua atitude.
Jesus então anuncia a salvação para Zaqueu...

3. O homem precisa reconhecer Jesus como sua maior necessidade vs8-9
Jesus podia ser mais um a condenar Zaqueu, porém assim não o fez. Zaqueu agora está disposto a dar metade de seus bens aos pobres em virtude de tudo o que outrora, possivelmente para ele, roubou dos pobres.
Zaqueu reconheceu que por mais riquezas que possuísse, maior poder, ainda lhe faltava algo (Jesus), algo que só poderia receber quando não mais o pecado existisse na sua vida. Passou alimentar o lobo bom e com isso recebeu a salvação em Cristo Jesus.
E disse-lhe Jesus: hoje a salvação veio a tua casa.

Conclusão vs10
Não importa qual o lobo há em ti, importa saber qual deles estás disposto a alimentar.

Por: Carlos Eduardo

Avalie o artigo:

0 comentários:

Postar um comentário

Todo tipo de comentário desrespeitoso será deletado.